China Telecom reconhecida no Relatório 2017 da Gartner de Capacidades Críticas para Serviços de Rede na APAC

HERNDON, Virgínia, 14 de setembro de 2017— A China Telecom, fornecedora líder global de serviços de comunicações, foi reconhecida entre os principais fornecedores por sua rede de alto desempenho no Relatório 2017 da Gartner de Capacidades Críticas para Serviços de Rede na APAC.

China Telecom oferece conectividade de alta capacidade.

De acordo com o relatório da Gartner, a China Telecom oferece conectividade de alta capacidade nas principais rotas para suportar o crescimento exponencial do tráfego on-line. Este serviço destina-se a empresas na APAC que requerem alta largura de banda com bom custo-benefício para distribuir seu conteúdo e aplicações pela Internet.

“Percebemos que o desempenho da nossa rede subjacente afeta diretamente o desempenho dos negócios dos nossos clientes e vemos a importância de investir em capacidade adicional”, disse Stephen Tan, presidente da China Telecom Americas. “Esse ano, estabelecemos três novos pontos de presença (PoPs) na América do Norte, vários na Europa e um novo data center em parceria com a Global Switch em Hong Kong. Por meio de nosso portfólio de serviços de rede em nuvem, nossos clientes também podem se conectar com segurança aos principais provedores de serviços de nuvem pública de 28 gateways de nuvem.”

A rede de baixa latência da China Telecom funciona como uma espinha dorsal crítica para negociação algorítmica

Para as multinacionais do setor bancário e financeiro, a rede de baixa latência da China Telecom funciona como um backbone crucial para o comércio algorítmico. Seus pontos de presença e rotas de cabos de alta capacidade permitem a rápida transmissão de dados em 13 centros financeiros, incluindo Xangai, Shenzhen, Dalian, Zhengzhou, Hong Kong, Tóquio, Singapura, Los Angeles, Chicago, Nova York, Londres, Frankfurt e Moscou. A empresa oferece um serviço de linha privada de Ethernet internacional (IEPL) que roda em SDH/SONET e redes ópticas e suporta velocidades de até 100 Gbps.

“A China Telecom tem o orgulho de ser reconhecida no Relatório 2017 de Capacidades Críticas da Gartner. Nossa forte rede doméstica e recursos de suporte local realmente nos colocam em uma posição ideal para atender às multinacionais com necessidades abrangentes na China”, comenta Tan. “Nos próximos anos, continuaremos a expandir nossa infraestrutura de rede global para melhor atender às multinacionais em seus planos de transformação digital.”

Baixe uma cópia do Relatório 2017 da Gartner de Capacidades Críticas para Serviços de Rede na APAC aqui.

Sobre a China Telecom Americas

A China Telecom Americas é fornecedora líder de serviços de tecnologia da informação e comunicações integradas para clientes em mais de 70 países. Com sede em Herndon, Virgínia, e escritórios em Chicago, Dallas, Los Angeles, Nova York, San Jose, Toronto e São Paulo, a empresa oferece um conjunto de serviços prontos para uso, desde serviços em nuvem e data center até gerenciamento de equipamentos, segurança, entrega de conteúdo, soluções de mobilidade e muito mais. Saiba mais em www.ctamericas.com

Informações de contato

Para obter mais informações, entre em contato com:
Ryan Oklewicz
(703) 787-0088
[email protected]

A China Telecom alia-se ao OpenStack enquanto o governo anuncia suporte para uma plataforma de software de código aberto

A China Telecom (CT) foi aprovada como o mais novo membro Gold do OpenStack na reunião do conselho da Fundação em novembro de 2016.

A China Telecom se une a algumas das principais empresas de tecnologia do mundo, incluindo Inspur, Cisco, Dell EMC, Ericsson, Fujitsu, Hitachi, Huawei, NEC e Symantec, como um dos 24 membros Gold fundadores.

Grandes e pequenas empresas, telecomunicações, provedores de serviços de nuvem pública, organizações governamentais e pesquisadores em todo o mundo usam o software de código aberto OpenStack para construir nuvens, dar suporte ao ecossistema de computação em nuvem diversificado e permitir a inovação na nuvem.

A China Telecom foi selecionada como membro Gold

A China Telecom foi selecionada como membro Gold por sua capacidade de apoiar o desenvolvimento do OpenStack nos mercados de rápido crescimento da China e da Ásia-Pacífico.

No primeiro Open Source & Cloud Computing Summit (COSCCS) da China em dezembro de 2014, as autoridades do país declararam o apoio do governo aos ecossistemas OpenStack e os planos para incentivar as empresas estatais a usarem produtos em nuvem baseados em OpenStack. O Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (MIIT) previu que o OpenStack contribuiria para o crescimento dos negócios.

De fato, hoje, muitas organizações chinesas estão engajando o OpenStack em vários setores, incluindo internet, telecomunicações, TI, educação e varejo. O ímpeto está crescendo e inspirará outras empresas chinesas a investigar oportunidades de crescimento. Uma vantagem para as empresas chinesas é que elas estão usando uma versão aperfeiçoada do OpenStack, principalmente de 2014 em diante, e não precisam fazer upgrade de versões anteriores.

Como uma das maiores operadoras de telefonia móvel do mundo, com mais de 500 milhões de assinantes e mais de 300 data centers, a China Telecom está atualmente migrando sua implantação do CloudStack para o OpenStack, apoiando oportunidades estratégicas na nuvem pública e contribuindo com código e conhecimento significativos para a comunidade OpenStack.

A China Telecom também contribuirá com novos investimentos e recursos para complementar os muitos fornecedores e usuários de tecnologia OpenStack que compõem uma das melhores redes da APAC.

“O OpenStack é verdadeiramente uma comunidade global, com cerca de 650 empresas apoiando o projeto em 187 países”, disse Jonathan Bryce, Diretor Executivo da OpenStack Foundation.

“O investimento e o compromisso de nossos novos membros Gold enfatizam o crescimento global e a evolução do OpenStack, com projetos de grande escala atendendo a milhões de usuários finais na China e em outros mercados em todo o mundo.”

Para um exemplo de colaboração entre os membros, a empresa de telecomunicações Huawei trabalha com o fabricante de software Red Hat e visa a acelerar a colaboração em torno do OpenStack para virtualização de funções de rede, que é exigida por provedores de serviços de comunicação como a China Telecom.

China Telecom agrega valor à comunidade OpenStack

A China Telecom Cloud usa a plataforma OpenStack para fornecer instalações de nuvem escaláveis e estáveis e atendimento ao cliente abrangente para usuários finais na região da Ásia-Pacífico.

A China Telecom Cloud está concentrada na tecnologia de integração de rede + nuvem e está determinada a levar a internet empresarial na China para o próximo nível com uma combinação de sua gama de serviços de telecomunicações existentes e a vasta rede do OpenStack, expandindo o alcance da empresa na Ásia-Pacífico e aprimorando a entrega do serviço para os usuários finais na região.

Com data centers superdimensionados centralizados, cada um com mais de 10 milhões de metros quadrados, e vários data centers de pequeno e médio porte, a China Telecom pode contribuir com um vasto ambiente de prática e casos de uso para a comunidade OpenStack.

“A China Telecom ganhou fortes competências e rica experiência ao longo de muitos anos de trabalho árduo”, disse Joe Han, presidente da China Telecom Americas.

“Vamos contribuir com a comunidade fortalecendo e melhorando o OpenStack. Vamos nos concentrar em realizar funções de telecomunicações no OpenStack, como NFV, SDN, Container e Big Data, e devolver os resultados para a comunidade OpenStack.”

China Telecom expande acessibilidade do OpenStack na Ásia-Pacífico

A nova parceria também tornará a plataforma OpenStack prontamente disponível por meio dos serviços de rede da China Telecom, o que aumentará a acessibilidade aos usuários em toda a região da Ásia-Pacífico.

A China Telecom espera trabalhar com a comunidade de código aberto OpenStack para acelerar o desenvolvimento e a utilização do ecossistema de nuvem da China Telecom e, por sua vez, atrair mais envolvimento de negócios privados na comunidade OpenStack.

“A China Telecom é ativa na organização e participação em atividades relacionadas ao OpenStack, incluindo OpenStack Summit, OpenStack Day, encontros e mais. Também compartilhamos nossa prática OpenStack e estudos de caso em feiras comerciais e fóruns de tecnologia relevantes”, disse o Sr. Han.

“Com nosso papel de liderança nos negócios de computação em nuvem da China, o uso em larga escala bem sucedido do OpenStack pela China Telecom trará o governo e mais empresas para a comunidade OpenStack.”

Para obter mais informações, imagens de alta resolução ou para organizar uma entrevista, entre em contato com Ming Wei, Diretor de Soluções e Entrega, pelo e-mail [email protected]

Sobre a China Telecom Americas

A China Telecom Americas é uma subsidiária integral com sede nos Estados Unidos da China Telecom Corporation, uma das maiores provedoras mundiais de comunicações integradas e serviços de tecnologia da informação para clientes em mais de 70 países ao redor do globo. Com sede em Herndon, Virgínia, e escritórios em Chicago, Dallas, Los Angeles, Nova York, San Jose, Toronto e São Paulo, a China Telecom Americas está promovendo a conectividade empresarial transpacífica por meio de um conjunto de serviços completos sediados localmente, de arquitetura de rede e nuvem e serviços de data center a gerenciamento de equipamentos, segurança, entrega de conteúdo, soluções de mobilidade e mais. Descubra mais em www.ctamericas.com.br